NOSSA FARINHA

A farinha de mandioca é um dos componentes essenciais da dieta da população brasileira, notadamente das regiões Norte e Nordeste. A partir da raiz da mandioca (Manihot esculenta), são produzidas: as farinhas seca, d'água e mista; a goma ou fécula; o tucupi; e a farinha de tapioca. O processamento da raiz da mandioca é, frequentemente, realizado segundo métodos tradicionais, herdados dos indígenas, que foram os primeiros cultivadores da espécie. A farinha de mandioca de qualidade Buerarema começou a ser produzida na microrregião do município de mesmo nome, localizado ao Sul da Bahia. Trata- se de uma região com características diferenciadas, como temperaturas médias em torno de 26 graus Celsius, pluviosidade entre 1500 a 2000 mm/ano, além de solo com fertilidade mediana, o que favorece o bom desenvolvimento desta cultura. "A produção desta farinha se tornou possível devido à capacitação dos agricultores em tecnologias de produção diferenciadas.

A produção

Essencialmente, a casa de farinha é composta de sistema de ralação, sistema de prensagem e forno. Depois da colheita da raiz, a mandioca é levada direto do campo para a casa de farinha, onde é descascada ou raspada para retirar a pele escura e suja. Em seguida, é triturada ou ralada em pilão ou no ralador (caititu). A mandioca ralada vai caindo em um cocho, sendo depois prensada no tipiti (tipi = espremer e ti = líquido, na língua tupi) para retirar um líquido venenoso chamado manipuera ou manipueira, vulgarmente chamada água-de- mandioca, que é resultante da fermentação, além de prover o enxugamento da massa. Depois de peneirada e torrada, a farinha está pronta para o consumo. Já a massa da mandioca (o amido), que decanta durante a pubagem (fermentação), é utilizada como goma, para passar roupas, ou para a fabricação de alimentos, como mingaus, papas, sequilhos, bolos e tapioca.

A REGIÃO

Buerarema é uma cidade da microrregião cacaueira, resultantes as prolongadas secas nordestinas, que motivaram um êxodo populacional intenso, notadamente de sergipanos. Por outro lado, fatores climáticos favoráveis, aliados a extensas áreas devolutas e de grande fertilidade, constituíram-se num grande atrativo, capas de fixa-los na nova região, bastante carente do elemento humano. Seu desbravamento teve início nos idos de 1910, quando Antônio Batista de Oliveira formou um núcleo agrícola nas vizinhanças das fazendas de Ubaldo Ramos, José Amaro e Antônio Aurelino Macedo, no local de hoje denominado fazenda Conceição, de Ulisses Dórea, à margem da BR-101, próximo ao trevo rodoviário. Seu nome primitivo: Macuco. se deve a uma ave muito abundante na região e nas margens do ribeirão do mesmo nome, que banha a parte sul da cidade, onde os caçadores responsáveis pelo seu extermínio, se empenhavam em animadas caçadas.

RECEITAS

Descubra, prepare e delicie receitas maravilhosas com nossa farinha de mandioca

BISCOITO DE FARINHA DE MANDIOCA
FAROFA DELICIOSA !!!! CALABRESA
Farofa de Cebola com Farinha de Mandioca

ENTRE EM CONTATO

Conheça mais sobre o nosso produto e saiba como adquirí-lo.